Seguir por e-mail

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Enquadrado pela Lei...





Olá pessoal,

Já faz algumas semanas (16 dias, na verdade) que não posto nada de novo. Isso é, em parte, culpa das minhas muitas atribuições. Até tive algumas ideias para novos microcontos, que, infelizmente não se concretizaram (pelo menos até agora), por falta de tempo (ou talvez pela má administração dele)... Enfim, o fato é que acho que acabei sendo vítima da tal lei que nomeia o post  (a qual também passei a conhecer hoje).

Para quem acha que andei infringindo a lei, e por isso estive impossibilitando de atualizar o blog, não se preocupe, pois não cometi qualquer infração: a lei à qual estou me referindo é a chamada de Lei de Hofstadter (que, apesar do nome, não tem nada a ver com o personagem de uma conhecida sitcom americana). Trata-se de uma ironia em administração, criada pelo acadêmico norte-americano Douglas Hofstadter, e que afirma que "é sempre necessário mais tempo que o previsto, mesmo quando se segue a Lei de Hofstadter". Isso significa que quando temos de realizar uma determinada tarefa, especialmente quando a realizamos pela primeira vez, tendemos a calcular mal o tempo que levaremos para completá-la. No fim das contas, gastamos mais tempo do que o esperado (e desejado) para o cumprimento da tarefa em questão.

Tal fato aconteceu comigo. Fui muito otimista no cálculo do tempo que gastaria para executar determinadas tarefas (inclusive a quase escrita de um novo conto) e o resultado vocês já sabem: mais de duas semanas sem aparecer (se é que é possível utilizar esse verbo neste contexto) por aqui.

Acho que aprendi (ou não) a lição. Da próxima vez, tentarei seguir a Lei, para não ser enquadrado por ela. Até a próxima (que espero que não seja muito distante)!

Um comentário:

  1. Eis a mais absoluta verdade!! kkkkk Muito bom Wil!
    Também sofri essa semana na mão desse grande e impiedoso chefe, o Sr. Tempo. E nem podemos pedir demisão hein? Ô vida!! ^^

    ResponderExcluir